Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

the old soul girl

the old soul girl

26
Out19

win win situation

girl

Este ano tenho feito um esforço para investir em cultura. Não falo do dinheiro gasto em livros, porque isso ultrapassa qualquer questão cultural, é mesmo uma paixão de e para sempre. Falo de ir a concertos, peças de teatro, espetáculos, tudo o que obrigue sair de casa e regressar com a sensação de enriquecimento. 

Faço parte daquele grupo de pessoas que quer sempre ir a x e a y, mas depois acaba por não ir a lado nenhum. Seja porque não compro logo os bilhetes e depois estes esgotam, ou porque me esqueço completamente e quando me torno a lembrar já passou a data. Ou ainda porque dou ouvidos àquela vozinha irritante que sempre nos diz "podes usar esse dinheiro para outras coisas" ou "se calhar não queres mesmo ir a isso". Para contrariar todos estes motivos, ultimamente mal vejo o anúncio a algum concerto ou espetáculo que me chame à atenção e me desperte a mínima vontade de ir, compro logo os bilhetes. Sem pensar duas vezes, porque se o fizer o mais certo é nunca carregar no botão "avançar" do carrinho de compras. 

Posso dizer que até agora não me arrependi uma única vez. Mais: de cada vez que vou, penso que tenho de ir mais e questiono-me porque não o faço mais vezes. Porque a vida é para ser aproveitada, para nos divertirmos, emocionarmos, sermos surpreendidos. Ir é sempre melhor que ficar. 

Hoje acabei de comprar bilhetes para ir ao concerto do Harlem Gospel Choir em dezembro. Ando há anos para ir ver um concerto deles, é um item que está na minha bucket list desde sempre e finalmente, passados séculos, vou ter oportunidade de realizar este desejo. Ainda pensei muito antes de comprar, medi todos os prós e contras, mas depois rapidamente percebi que é quando começamos a analisar todos os pequenos detalhes que dificilmente passamos à ação, pois encontramos sempre algo que nos impede de avançar. 

Por isso, há que viver mais, pensar menos. Usufruir mais do que temos de melhor nesta vida que é, sem qualquer dúvida, a arte, seja ela de que tipo for. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.